Chocolate e escolhas sustentáveis

No dia mais romântico do ano, os chocolates são sempre uma boa escolha. Mas será a opção mais sustentável? Origem, transporte e tipo de embalagem são questões a considerar no momento de comprar.

A verdade é que nunca se diz que não a um chocolate, em qualquer dia do ano. Mas encontrar o chocolate ecologicamente “certo” para surpreender alguém (ou para comer sozinho) nem sempre é tarefa fácil e requer, por vezes, um balanço entre o orçamento e o compromisso com a sustentabilidade. Por isso, antes de se escolher o chocolate, há sugestões #MYPLANET a ter em conta.

Na hora de optar por um chocolate, a sustentabilidade deve entrar na lista de critérios de escolha.
Não deixe de ver, antes de comprar, se é um produto sustentável certificado, garantindo que os produtores se regem pelo referencial UTZ, que significa “bom” em língua maia. A Certificação mundial UTZ da SGS é um programa de minimização dos impactos ambientais na produção de chocolate, por meio de compromissos com um negócio sustentável, responsabilidade social e boas práticas agrícolas.

Felizmente, este selo está cada vez presente em mais chocolates, como por exemplo os do Ikea. Não deixe de o procurar. Só assim vai ter a certeza de que o cacau foi cultivado e colhido de forma responsável.

Dê sempre prioridade ao comércio justo, de acordo com as normas internacionais de Fairtrade — a garantia de que os produtores, geralmente de pequena escala e organizados em cooperativas, cumprem as exigências para o desenvolvimento sustentável: direitos dos trabalhadores; inclusão de mulheres; e adoção de técnicas amigas do ambiente, incluindo no transporte.

Com o consumo de chocolate perto de marcos históricos, as marcas deparam-se com o desafio iminente de produzir uma cultura de cacau mais responsável, para evitar que o mundo tenha de encontrar outra delícia em substituição. Por exemplo, a Guylian pretende utilizar apenas cacau 100% sustentável até 2025. O compromisso desta marca com a sustentabilidade já é de longa data, visível no apoio ao projeto Seahorse, um dos polos de proteção ao cavalo marinho.

Os melhores chocolates definem-se pela origem do cacau. Por isso, tome sempre decisões mais conscientes para ajudar a produzir uma cultura de cacau mais sustentável. Sem dúvida, o chocolate é uma boa escolha de presente para o dia 14 de fevereiro e todos os dias especiais do ano. Mas consuma este alimento sempre com conta, peso e medida, para tornar o mundo um lugar melhor.