Fugir ao trânsito

Será impossível fugir ao trânsito? Será mesmo inevitável a irritação a conduzir? Nem por isso.

Filas, filas, engarrafamentos, filas… este parece ser o fado de todos os habitantes da cidade. No entanto, há formas de tornar o seu percurso um pouco mais relaxante — e até produtivo.
A música ajuda sempre e estar confortável em relação à temperatura, com roupa e calçado adequados, melhora muito a situação.
Ninguém escapa, realmente, ao trânsito. Mas há formas de contornar este problema e rentabilizar o tempo.

E agora, com estas dicas, faça-se ao caminho. Sem medos!

Transportes públicos

Com um olho na ecologia e outro na poupança, os transportes públicos são um clássico. Aproveite a vantagem de não ter de prestar atenção ao trânsito para ouvir música ou um podcast inspirador, ler um livro ou a revista MYPLANET. O tempo de espera e do trajeto pode, assim, ser aproveitado para pôr em dia “obrigações” e paixões. Ou simplesmente para descansar durante uns minutos.

Ciclistas de cidade

As bicicletas são um meio de transporte urbano cada vez mais popular. Com vários municípios a disponibilizar redes de aluguer de bicicletas e a construir ciclovias, as opções são cada vez maiores. Andar de bicicleta pode ser rápido e confortável, além de ser um momento de exercício — o que faz sempre bem! A sua cidade está cheia de altos e baixos? Opte por uma bicicleta elétrica para ajudar nas subidas.
Se a ideia lhe agrada, mas nunca aprendeu (ou se esqueceu), há escolas (por exemplo, a Cenas a Pedal ou a BK Lisboa) que ensinam a pedalar sem quedas e a praticar uma condução defensiva. Sim, o ciclista deve respeitar as regras do trânsito e ser muito cuidadoso.

Passinho a passinho

Andar está na moda. Não é a forma mais rápida de chegar, mas é um bom momento para ordenar os pensamentos, ouvir alguma música e ver pessoas. Quando possível, planeie ir a pé até ao seu destino. Faça disso um hábito. A sua saúde agradece e o planeta também. Haverá forma mais ecológica de se deslocar?