É o mais bem conservado pedaço de uma floresta primitiva com 20 milhões de anos. Por isso a floresta Laurissilva da Madeira, que ocupa 20% do total da ilha portuguesa, é Património da Humanidade.

É fácil perceber por que razão, há exatamente seiscentos anos, em 1420, os navegadores portugueses que a descobriram lhe chamaram “Ilha da Madeira”. Estava toda coberta por um denso arvoredo, um tipo de floresta húmida subtropical que só existe na Macaronésia, a região formada pelos arquipélagos da Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde.

Hoje, sabe-se que a floresta Laurissilva da Madeira constitui o remanescente de um coberto florestal primitivo, dos períodos Miocénico e Pliocénico da Época Terciária, composto essencialmente por árvores do tipo das laurácea